Justiça afasta prefeito por improbidade administrativa contra o conselho tutelar

 

preso

‘Fui pego de surpresa’, diz prefeito de Acrelândia, Jonas Dales. Esta é a segunda vez que ele é afastado; vice-prefeito assumiu o cargo.

A Justiça do Acre afastou, pela segunda vez este ano, o prefeito de Acrelândia, município distante 105 quilômetros de Rio Branco. Jonas Dales foi afastado por 60 dias, acusado de improbidade administrativa. Ele afirma que vai recorrer da decisão no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

“Já estamos nos movimentando para entrar nesse prazo de 60 dias que a Justiça do Acre nos deu. Agora temos que entrar no STJ. Recebi a intimação de afastamento hoje [quinta-feira, 29] e fui pego de surpresa”, explicou.

Dales lembrou que esse processo é o mesmo que foi impetrado em janeiro deste ano em que ele ficou afastado por dois dias. “É um processo que envolve o Conselho Tutelar aqui do município. Na época, a então presidente do conselho alegou algumas irregularidades e o MP-AC acatou. Entramos no TJ, conseguimos reverter a situação, e retornamos dois dias depois para a gestão municipal”, completou.

O prefeito falou ainda que tem convicção de que a decisão em Brasília vai ser favorável. “Sempre conduzimos nossa administração da melhor forma, sabemos o que fizemos. Não tenho dúvidas de que vamos ganhar, temos provas de que somos inocentes”, acrescentou.

Enquanto Jonas Dales estiver afastado quem assume é o vice-prefeito, José Donizete.

O G1 entrou em contato com o Tribunal de Justiça do Acre, por meio da assessoria de comunicação, mas não conseguiu informações adicionais sobre o processo. O Ministério Público do Acre (MP-AC), em Acrelândia, informou que o promotor responsável pelo caso não estava no local para comentar o assunto.

 

Fonte:  http://g1.globo.com/ac/acre/noticia/2015/10/justica-afasta-prefeito-de-acrelandia-por-improbidade-administrativa.html

Léo Duarte

Leonardo Duarte: Ex-menino de rua, hoje Fotógrafo, Educador Social e Conselheiro Tutelar.