Conselheira é impedida de assumir cargo por compra de votos

voto nao tem preço tem consequência

A conselheira tutelar de Bady Bassitt, Cristian Andressa Ramirez, foi impedida de assumir o cargo por suspeita de compra de votos nas eleições deste ano na cidade. A liminar para impedir a posse foi concedida pelo juiz da Vara da Infância e Juventude de São José do Rio Preto, Evandro Pelarin.

Na sua decisão, Pelarin afirmou que pessoas ligadas a Ramirez foram quem compraram os votos. “Em uma destas investidas a munícipe Marília Aparecida de Abreu, ao se dirigir à referida escola e exercer seu direito de voto foi abordada por Cleber, companheiro de Cristian, que lhe ofertou a quantia de R$ 50 para votar na candidata de número 17, qual seja, a requerida”, escreveu o juiz no despacho.

Pelarin determinou ao Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) que não dê a posse do cargo de conselheira tutelar até a data marcada para a posse dos novos conselheiros. Enquanto não houver decisão judicial em sentido contrário, o Conselho deve empossar a suplente imediata.

Nossa reportagem procurou Cristian que é atual conselheira tutelar na cidade, mas foi informada que ela está viajando de férias e trocou de telefone.

Fonte: http://www.regiaonoroeste.com/portal/materias.php?id=129521

Léo Duarte

Leonardo Duarte: Ex-menino de rua, hoje Fotógrafo, Educador Social e Conselheiro Tutelar.